José Hermano Saraiva ( Morreu a 20 de julho de 2012 )


- José Hermano Saraiva ,nascido em Leiria a 3 de Outubro de 1919 e falecido em Setúbal a 20 de Julho de 2012 foi professor e historiador português. Ocupou o cargo de Ministro da Educação entre 1968 e 1970.

Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas (1941) e em Ciências Jurídicas (1942), tendo a sua vida profissional se iniciado pelo ensino e advocacia.
Desse modo, começou por exercer as funções de professor liceal e, seguidamente, de Director do Instituto de Assistência aos Menores e Reitor do Liceu D. João de Castro. Foi Deputado à Assembleia Nacional, Procurador à Câmara Corporativa e, já no ensino universitário, leccionou no Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina da Universidade Técnica de Lisboa (no ano lectivo de 1962/1963).
Entre 1968 e 1970, exerceu as funções de Ministro da Educação em Portugal, tendo sido substituído por Veiga Simão após a crise académica de 69. Entre 1972 e 1974, foi Embaixador no Brasil.
Foi membro da Academia das Ciências de Lisboa, da Academia Portuguesa da História e da Academia de Marinha em Portugal e, ainda, membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, no Brasil.
Foi distinguido em Portugal com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública, a Grã-Cruz da Ordem do Mérito do Trabalho e com a Comenda da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, e, no Brasil, com a Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco.
História de Portugal, dirigida por José Hermano SaraivaNas últimas décadas, José Hermano Saraiva tornou-se numa figura pública muito conhecida e apreciada não só em Portugal, mas junto das comunidades portuguesas em todo o Mundo, sobretudo pelos seus inúmeros programas televisivos sobre História de Portugal. Por esse mesmo motivo, tornou-se igualmente numa figura polémica, porque a sua visão da História tem sido, por vezes, questionada pelo meio académico. Além disso, a sua actuação enquanto Ministro da Educação Nacional do regime salazarista também contribuiu para o desenvolvimento dessa visão crítica à sua pessoa.
De acordo com as críticas, estas assentam no facto de José Hermano Saraiva, apesar de se dedicar há mais de quarenta anos ao estudo da História de Portugal e de ter desempenhado funções ministeriais na área da Educação, nunca ter obtido qualquer grau académico superior à licenciatura. No entanto, reconhecem-lhe o facto de, efectivamente, ter chegado a desenvolver actividades como docente convidado numa instituição pública - a Escola Superior de Polícia - e numa instituição de ensino superior privado e cooperativo, a Universidade Autónoma de Lisboa "Luís de Camões" (década de 1990).
Em contrapartida, os seus apoiantes salientam as suas qualidades de comunicador televisivo e de divulgador da História de Portugal junto de todas as camadas da população, quer no seu País de origem, quer junto das comunidades portuguesas e luso-descendentes residentes no exterior. Recentemente, através de um programa da rede de televisão portuguesa RTP, ficou classificado em 26º lugar entre os cem "Grandes Portugueses" da História.
É filho de José Saraiva (erudito e conceituado professor liceal), irmão de António José Saraiva (reputado investigador na área das Letras) e tio de José António Saraiva (jornalista e arquitecto).
Morreu a 20 de Julho de 2012 aos seus 92 anos na sequência de doença prolongada, em Setúbal, onde residia.

Distinções especiais 

Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública
Grã-Cruz da Ordem do Mérito do Trabalho
Comendador da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa
Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco
Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique

Obra

História de Portugal, dirigida por José Hermano Saraiva.
Orações académicas editadas pela Academia das Ciências de Lisboa Testemunho Social e Condenação de Gil Vicente (1976);
A Revolução de Fernão Lopes (1977);
Elementos para uma nova biografia de Camões (1978);
Proposta de uma Cronologia para a lírica de Camões (1981-82): 
Evocação de António Cândido (1988);
No Centenário de Simão Bolívar (1984);
A crise geral e a Aljubarrota de Froyssart (1988).

 Trabalhos pedagógicos 

 Notas para uma didáctica assistencial (1964);
 Aos Estudantes (1969);
 Aspirações e contradições da Pedagogia contemporânea (1970);
 A Pedagogia do Livro (1972);
 O Futuro da Pedagogia (1974).

Trabalhos jurídicos

O problema do Contrato (1949);
 A revisão constitucional e a eleição do Chefe do Estado (1959);
 Non-self-governing territories and The United Nation Charter (1960);
 Lições de Introdução ao Direito (1962-63);
 A Crise do Direito (1964);
 Apostilha Crítica ao Projecto do Código Civil (1966);
 A Lei e o Direito (1967).

Trabalhos históricos

Uma carta do Infante D. Henrique (1948);
 As razões de um Centenário (1954);
 História Concisa de Portugal (1978), trad. em espanhol, italiano, alemão, búlgaro e chinês;
 História de Portugal, 3 Vols – Direcção e co-autoria (1981)
 O Tempo e a Alma, 2 Vols (1986);
 Breve História de Portugal (1996);
 Portugal – Os Últimos 100 anos (1996);
 Portugal – a Companion History (1997);
 Para uma História do Povo Português Outras maneiras de ver (1979); 
Vida Ignorada de Camões (1980);
 Raiz madrugada (1981);
 Ditos Portugueses dignos de memória (1994);
 A memória das Cidades (1999).

Programas de televisão


Série: O Tempo e a Alma (RTP, 1972)
Série: Histórias que o Tempo Apagou (RTP, 1994)
Série: Lendas e Narrativas (RTP, 1995)
Série: Horizontes da Memória (RTP2, 1996)
Série: A Alma e a Gente (RTP2)


 
- AUTOGRAFO DE JOSE HERMANO SARAIVA


- FOTO AUTOGRAFADA

Para esta pagina ficar mais completa, COMENTA ou ACRESCENTA , tudo o que sabes sobre este Famoso!

Publicar um comentário

CAMISOLA DO APRESENTADOR "JORGE GABRIEL" USADA NUM PROGRAMA TELEVISIVO A QUANDO DO MUNDIAL DE 2010



- COM A DEDICATÓRIA -
"ISMAEL, ACEITA COM UM ABRAÇO ESTA LEMBRANÇA DO MUNDIAL 2010 "FORÇA PORTUGAL" JORGE GABRIEL 11/7/10"




- REVISTA CARAS (26 de maio de 2012) -

"XVII GALA DOS GLOBOS DE OURO NO COLISEU DOS RECREIOS EM LISBOA AO LADO DE ARTUR ALBARRAN"


- REVISTA CARAS (02 de junho de 2012) -

"XVII GALA DOS GLOBOS DE OURO NO COLISEU DOS RECREIOS EM LISBOA AO LADO DE LILI CANEÇAS"




- AMÁLIA RODRIGUES EM 1947 -
QUANDO PROTAGONIZOU O FILME
"FADO, HISTÓRIA DE UMA CANTADEIRA"

- FOTO AUTOGRAFADA -



- DESENHO COM DEDICATÓRIA DO EX. PRESIDENTE DA REPUBLICA MÁRIO SOARES ATRIBUIDO AO ACTOR RAUL SOLNADO

.
.


-SUA SANTIDADE O PAPA BENTO XVI (MAIO 2010)-

-- FATIMA -- (CASA Nª Sª DO CARMO ONDE O PAPA FICOU INSTALADO)

.

-- VILA NOVA DE GAIA -- ( À SAIDA DO QUARTEL DA SERRA DO PILAR )





- CARTAZ DA PEÇA "MORANGOS COM AÇUCAR" AUTOGRAFADO





- CARTAZ DA PEÇA "A REVISTA É LINDA" AUTOGRAFADO





- CARTAZ DA PEÇA "E VIVA A REVISTA !" AUTOGRAFADO





- CARTAZ DA PEÇA "ÚLTIMO EPISÓDIO" AUTOGRAFADO





- "MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE"

CARTAZ AUTOGRAFADO
.

CONTADOR DE VISITAS

free counters



 
autografos dos famosos © Copyright 2009 | Design By Gothic Darkness |